12 de maio de 2018

COMO UMA LEOA NA DEFESA DE SEUS FILHOTES: MÃE POLICIAL MATA ASSALTANTE DURANTE COMEMORAÇÃO AO DIA DAS MÃES

ATENÇÃO! CENAS FORTES


Do G1 GLOBO
Uma policial militar de folga, que tinha ido participar de uma comemoração de Dia das Mães na escola onde a filha estuda, em  Suzano, baleou um suspeito em frente a unidade. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, de 21 anos, estava com um revólver calibre 38 e já tinha abordado outras mães que aguardavam a abertura do portão, além de ter revistado o segurança da escola para ver se ele estava armado.


Homem que sacou arma em frente a escola foi baleado por mãe que é PM e estava de folga, em Suzano (Foto: Alexandre Mauro/G1)Ainda de acordo com a PM, a policial viu a movimentação e ouviu uma mulher dizendo que era assalto. Neste momento, a policial foi se afastando, sacou a arma e disparou três vezes contra o suspeito.

A polícia disse ainda que o suspeito, que já tinha feito um disparo que não acertou ninguém, fez um segundo disparo, que falhou. Foi quando a policial conseguiu se aproximar do suspeito. O suspeito foi socorrido para a Santa Casa de Suzano, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
A policial é do 4° Batalhão de Ações Especiais de Polícia, da Zona Leste da capital. O caso foi encaminhado para o Distrito Policial Central de Suzano.

A ocorrência foi em frente ao Colégio Ferreira Master, unidade particular, que fica no bairro Cidade Cruzeiro do Sul, em Suzano. De acordo com funcionários da escola, mesmo após o ocorrido a comemoração de Dia das Mães foi realizada e que, somente após o término das atividades a direção irá se pronunciar.

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o momento em que o suspeito se aproxima de um grupo de mulheres e crianças e aponta o revólver para uma pessoa. Neste momento, ao lado dele, está a policial, que saca uma arma e dispara contra o suspeito. As pessoas que estavam em frente a escola correm. O suspeito cai no chão e a policial se afasta. Ela se aproxima novamente do suspeito, afasta a arma que ele usava e o rende.

Testemunha diz que homem seria um ladrão
A mãe de outra aluna da escola, que estava perto do portão de entrada no momento dos disparos, conversou com o G1 e disse que o suspeito tinha abordado outra mãe momentos antes de dar o primeiro tiro. A testemunha pediu que o nome dela seja mantido em sigilo.

Segundo a testemunha, essa outra mãe foi abordada quando já estava na rua da escola. "Assustada, ela caminhou com a filha em direção ao portão de entrada da unidade, quando o suspeito apontou a arma. 'É um ladrão, é um ladrão'. Deu pra ouvir isso e depois os tiros", disse a testemunha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A V I S O
Devido ao momento político, a partir de hoje só serão liberados na opção Comentar como: ANÔNIMO, os comentários elogiosos, construtivos ou que falem bem das propostas ou das qualidades de candidatos a cargos eletivos nesta eleição. Os comentários de teor crítico, acusadores ou agressivos aos candidatos, autoridades ou a qualquer outra pessoa, só serão liberados se o autor se identificar na opção Comentar como: NOME/URL, no quadro de comentários. IDENTIFICAR VIA ITEM NOME/URL.